quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Novo visual do Blog

Acesse o último texto postado por Althielis clicando abaixo:

Não tenho mais palavras!

Olá Caríssimos,

Pessoal, esse é o novo visual do Blog. Gostei muito do resultado, porém terei um trabalho dobrado para mantê-lo bem arrumado.

Peço que vocês naveguem pelos links acima e espero que reflitam, de verdade, profundamente cada texto aqui publicado.

Att,

Althielis Santos

Não tenho mais Palavras!

Ô galera, estou aqui estudando para uma prova que acontecerá amanhã. Estou na madrugada, porém não posso deixar de comentar e me indignar com o que aconteceu há algumas horas.

Os deputados aprovaram o aumento salarial, em tempo record, para R$26.723,13.

Gente, eles trabalham 3 dias por semana e ganham 15 salários por ano. Eles simplesmente aprovaram aumento para todos os Senadores, Deputados, Presidente da República, Vice-presidente da República e Ministros para absurdos R$26.723,13 por mês. Quantos pais de família desse país não ganham isso se juntar todas as economias do ANO INTEIRO???

Vamos fazer uma comparação rápida?

NOS Estados Unidos:
SALÁRIO MÍNIMO: 1.256,66 dólares
SALÁRIO DOS DEPUTADOS: 14.866,67 dólares

NO BRASIL:
SALÁRIO MÍNIMO: 300,00 dólares
SALÁRIO DOS DEPUTADOS: 15.719,55 dólares

Impressionante, não? Nosso salário mínimo é 4 vezes menor do que o dos EUA e mesmo assim nossos deputados ganharão mais do que os deputados dos EUA.

Eu não tenho mais nada pra falar, depois dessa comparação meu estômago revirou.

Vamos mudar isso galera, não vote nesses caras. Se vocês pudessem ver minha expressão facial agora, com certeza jamais esqueceriam esse texto.

É bom lembrar que o PSOL foi contra o aumento (na câmara). No senado SÓ MARINA SILVA (PV) E ÁLVARO DIAS (PSDB) FORAM CONTRA.

Leiam mais clicando aqui, pois eu não tenho mais palavras.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Novo visual do Blog

Acesse o último texto postado por Althielis clicando abaixo:


Olá Caríssimos,

Pessoal, esse é o novo visual do Blog. Gostei muito do resultado, porém terei um trabalho dobrado para mantê-lo bem arrumado.

Peço que vocês naveguem pelos links acima e espero que reflitam, de verdade, profundamente cada texto aqui publicado.

Att,

Althielis Santos

Mulheres

Música do MV Bill no álbum lançado em 2010 (Causa e Efeito)

Essa música retrata a realidade de muitas famílias da periferia brasileira! Abram o olho! Ainda há tempo para mudarmos a triste realidade, porém estamos caminhando para um lugar sem volta! Vamos trabalhar juntos por todos os Brasileiros!

video


Mulheres - MV BILL



Cada mãe sabe a dor que sente
quando vê o filho sendo queimado como indigente
na mão de nossa gente do mesmo ambiente
Lógica contraria infelizmente
mãe que prepara o velório da filha
vê o bem mais precioso rubi familia
o rosto trás marcas das porradas da vida
com a proximidade da conduta bandida
o coração "chei" de calo,
e a naturalidade de quem já viu várias almas ir de
ralo
faz vela mais forte, às vezes insensível
levando na guerrilha do jeito que é possível
mãe que chora, se humilha, levanta
com o óbito do filho entalado na garganta
faz oração pra santa, de vez enquanto ela canta
pra ver se todo mal a voz espanta

Essa é só mais uma dor que o tempo não vai curar

com o passar pode até cicatrizar
a vida não te deixa mais sorrir
estrague inevitável que te faz sentir
menina que vem, bandida que vai
no ambiente destruído é difícil ter paz
mais a vida não acabou não

Novinha acordada a noite inteira

diversão de falcão conhecida como boqueteira
adolescente, conduta, adulta tratamento vip pior que
prostituta
inicio da vida parece momentos finais
contato íntimo por causa de 5 reais
vive seu drama, bem longe da cama
trabalha com a boca quando um jovem lhe chama
uma pedra de crack é o pagamento
às vezes vai pó, beck depende do momento
aparentemente sem prazer, faz por fazer
se arrisca sem ter medo de viver
ausência do amor com a presença do dinheiro
faz a mãe levar a filha junta pro puteiro
saliva com sêmen, meninos que gemem
as pernas e as estruturas se tremem

Essa é só mais uma dor que o tempo não vai curar

com o passar pode até cicatrizar
a vida não te deixa mais sorrir
estrague inevitável que te faz sentir
menina que vem, bandida que vai
no ambiente destruído é difícil ter paz
mais a vida não acabou não

presidiária solitaria na sela
andorinha na gaiola com saudades da favela
assinou delito por causa do marido
ex-presidiário hoje solto e não é mais bandido
foi fortalecido por ela enquanto preso
ela rodou, ele foi solto e não fez o mesmo
hoje ela paga o preço abandonada
cheia de esperança na visita mais nunca tem nada
encontra abrigo nas colegas de prisão
dividem o abandono e a falta de atenção
se relacionando com outra mulher,
as leis do cárcere não exatamente o que ela quer
mais o que tem, sem ter o carinho de alguém da familia
sem noticias da filha que pode tá na trilhar
da quadrilha que pois sua mãe nessa guerrilha
a lágrima no rosto dela brilha.


Essa é só mais uma dor que o tempo não vai curar

com o passar pode até cicatrizar
a vida não te deixa mais sorrir
estrague inevitável que te faz sentir
menina que vem, bandida que vai
no ambiente destruído é difícil ter paz
mais a vida não acabou não.

Essa é só mais uma dor que o tempo não vai curar
a vida não te deixa mais sorrir
menina que vem, bandida que vai
mais a vida não acabou não.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Remedeia Brasil! Remedeia que a Ferida está ENORME!

Começaremos a segunda década do século XXI em algumas semanas. São 2.011 anos desde que Jesus Cristo nasceu, sem falar nos 10.000 anos que se tem notícia antes dEle. E eu, com “apenas” 20 anos tenho alguns aspectos a tratar sobre a sociedade brasileira. Já falei sobre Igreja católica, sobre amizades, sobre política, sobre o descaso das elites; porém ainda não falei de um assunto que me indigna todas as vezes que penso nele. Isso me deixa muito angustiado e com um nó na garganta, todas as vezes que vejo acontecer.

É hollywoodiano - e Maquiavélivo - “Os fins justificarem os meios”. Segundo a psicologia a mente de um Serial Killer funciona assim: tudo o que ele faz é para justificar o que deixou de fazer, ou tudo o que sofreu no “meio” do caminho. Se a frase “Os fins justificam os meios” fosse um Teorema, um de seus corolários seria: “É melhor prevenir do que remediar”. Mas se você estiver atento, com certeza virá à sua mente, quantas vezes nós remediamos e sequer pensamos em, um dia, prevenir...

E é esse meu tema hoje. Não é de hoje que tenho as ideias que escreverei posteriormente, porém depois de tantos acontecimentos em 2010, prefiro não esperar para ver 2011 passar sem ao menos reclamar e perguntar, coisas que faço tão bem.

Começando pelo mais recente, a subida das forças armadas ao “Complexo de favelas do Alemão” custou 60 milhões de reais aos cofres públicos (leia: aos bolsos de todos os brasileiros), isso sem falar quanto mais vai custar a estadia dessas forças até outubro de 2011, quando elas darão lugar à UPP. Agora, meus caros, eu pergunto: E se esses 60 milhões fossem aplicados há 20 anos para construir escolas? E se esse dinheiro fosse para pagar os professores dignamente?
Para quem não sabe, os deputados federais ganham um salário de 16,5 mil reais por mês, trabalham 3 DIAS POR SEMANA E GANHAM 15 (eu disse 15) SALÁRIOS POR ANO! Se somarmos tudo o que cada deputado ganha para pagar seus funcionários que eles mesmos escolhem, além de passagens aéreas, combustível, telefone, TV a cabo, apartamento, verba indenizatória (pra quê???), chega aos 100 mil reais por mês. Isso é o maior assalto que todos nós sofremos. Não há explicação para tanto roubo. Esses caras já ganham tanta mordomia que deveriam ganhar um salário mínimo e mais: seus filhos deveriam, obrigatoriamente, estudar em escolas públicas brasileiras.

Não adianta gastar milhões de reais com cadeias, pois 95% das cadeias brasileiras são verdadeiras bases para o tráfico, onde os detentos não aprendem nada, além de se tornarem mais marginais. O pior é que quando um inocente, ou um que roubou para conter a fome, cai numa cadeia dessas, sai de lá do jeitinho que a sociedade opressora quer, totalmente mudado.

O Brasil deveria ser um grande país e não apenas um país grande. Entendo que já nascemos para sermos explorados pela Europa. Nossas riquezas foram jogadas em navios e levadas para enfeitá-la, infelizmente; mas dizer que a realidade ruim de hoje é conseqüência única e exclusivamente disso é aceitar que os fins justificam os meios. É inacreditável como os mesmos ladrões continuam na política: Sarney, Collor, Maluf, Palocci, Aécio Neves, José Roberto Arruda, porra, é tanta gente que se eu colocar todos você vai ficar um dia lendo esse texto, mas se quiser ver a lista dos maiores escândalos do Brasil clique aqui.

Todos esses ladrões de dinheiro público, ou seja, pessoas que pegam nossos impostos e colocam no bolso, pessoas sem um pingo de amor pelo Brasil, que já ganham salários absurdos e mesmo assim não têm vergonha de serem filhos da puta para conosco!!! Quem não se lembra do Slogan* de ACM: “Ele rouba mais faz!”? Porra, quem rouba não faz! No mínimo faz menos do que deveria fazer, com um dinheiro suado dos peões que trabalham 10h por dia.

Outro grande problema do Brasil é as Cotas. Quem é a favor das cotas para estudantes de escolas públicas, ou para negros em universidades públicas comete um grande erro relativo aos fins justificarem os meios. Gostaria de ressaltar que do jeito que a Educação Básica está as cotas são necessárias, mas o Governo simplesmente fez um plano para “eternizá-las” nas Universidades e isso está erradíssimo. O DEVER de toda nação é dar uma escola pública de qualidade para seu povo, pois só a educação resolve tudo o que já foi discutido nesse texto. Com educação a base familiar melhora, as alienações tendem a zero, as pesquisas científicas do país aumentam, o país passa a ser reconhecido como um bom lugar para se estudar, os políticos realmente bem educados não roubam e por aí vai. Eu sou completamente a favor de o Governo pegar tudo o que tem e investir na Educação. Não tem outra saída. Se continuarmos remediando, vamos continuar dando cotas. A escola pública brasileira é feita de Teorias, não há um ensino embasado em projetos futuros, profissões que os alunos querem seguir. Seria muito melhor se aprendêssemos como plantar e cuidar de uma árvore do que aprender como ela faz fotossíntese. Se a educação pública for boa, não precisamos de cotas. Eu sou uma testemunha viva (por enquanto) de que as cotas não funcionam. Os alunos de escolas públicas, na sua grande maioria, não estão preparados para entrarem numa boa universidade, pois não conseguem acompanhar as aulas, não estão acostumados com o ritmo que há na universidade, essa é a verdade. O índice de abandono é altíssimo, e tudo isso é custo para o governo que gasta com uma sala que cabe 50 alunos, mas só tem 4. Isso é remediar.

Outro grande problema do nosso Brasil: A Política do Pão e Circo, usada na Roma antiga e que nos persegue até hoje. Não temos muito a ver com o Império Romano, porém as ideias para deixar o povo mais burro, mais pobre e menos questionador seguem o mesmo princípio: lá o governo financiava as lutas de gladiadores e davam pão para os que iam assistir, para fazer com que eles esquecessem seus problemas e não se levantassem contra o Império. Eles chegaram a ter 175 feriados por ano. Que coisa ruim, hein? Fazer isso com o povo. Mas pensem agora: o Brasil é o país do futebol, “fabricamos” os melhores jogadores, apesar de não termos estrutura nas categorias de base. Fazemos questão de irmos aos estádios gritar pelo nosso time e no dia seguinte aos jogos, geralmente às segundas-feiras e às quintas-feiras, só falamos sobre eles e esquecemos o que realmente deveríamos conversar. Esse é o nosso Circo, inclusive o “Jornal da Globo”chama o campeonato Brasileiro de Picadeiro e faz charadas onde os times ficam dentro de um circo, será que eles estão tentando alertar algo? Acho muuuito difícil. A Globo é a maior opressora e alienadora, dentre as empresas privadas, que existe no Brasil. Claro que nós escolhemos sermos assim... O controle fica na nossa mão, literalmente. A Globo continua a nos manipular porque não mudamos o Canal (a Record dá no mesmo! Na verdade, TV aberta Brasileira é tudo assim: manipuladora, mas só porque nós deixamos). Aí você se pergunta: Certo, o Circo existe no Brasil; mas, e o Pão? Eu te respondo com as seguintes perguntas: Será que existe, no Brasil, algo que se assemelhe ao pão romano? Algo que dê ao povo comida para fazer com que o governo seja louvado??? É isso mesmo! O “Bolsa Família”! Dinheiro às famílias mais pobres para ajudar nas despesas. Esse programa seria perfeito, não fosse seu principal objetivo: Remediar. O Bolsa família remedia a falta de investimentos em infra estrutura no país, remedia a falta de escolas, a falta de emprego e as dificuldades que o povo do interior passa. O Bolsa família é o maior “Cala a Boca” da história do Brasil. Lula foi reeleito e Dilma foi eleita por causa desse programa. Agora, o que seria o Bolsa família ideal? Assim como todas as bolsas de incentivo financeiro, ou todo programa que incentive o cidadão de alguma forma, o bolsa família deveria ser uma bolsa TEMPORÁRIA para ajudar na hora da necessidade extrema e não um salário para se viver. Por causa dessa “ajuda” do governo, pessoas estão deixando de trabalhar para viver só do auxílio. Estão desistindo de sonhos porque o governo assegura seu feijão no fim do mês. O Bolsa família deveria ser o início de uma vida melhor e não a continuação da vida miserável do povo. É isso que me indigna. Uma nação tão desenvolvida em alguns pontos e tão atrasada em outros.

E o pior disso tudo é que se eu, simples mortal, tenho todos esses pensamentos que você leu, imagine os Deputados e Senadores? Eles sabem disso tudo e muito mais, entretanto (para lembrar-se de Franklin de “Eu, a Patroa e as Crianças”) o brasileiro aprendeu culturalmente a olhar somente para o próprio umbigo. 80% dos Políticos dariam risada se lessem esse texto, pois 99% da população nunca se questionou. Não trabalhamos pelo compatriota, não ajudamos o outro brasileiro. Nós só fazemos algo pelo Brasil quando nossos bolsos vão lucrar. Essa é a verdade que contesto e que não vou parar de contestar até morrer, ou quem sabe, até mudar!

*O Slogan de ACM faz alusão ao que o POVO falava (e fala até hoje), e não ao que o Próprio tenha falado.